- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
terça-feira, 16 agosto, 2022 - 10:27 AM
- PUBLICIDADE -

Caminhada lembra o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, em Planaltina

Evento, que ocorre nesta quarta-feira (18), servirá para conscientizar população sobre a prevenção do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes

Por Cláudio Ulhoa

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) realiza, nesta quarta-feira (18), uma caminhada pelas principais ruas de Planaltina para lembrar a população sobre o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Além da caminhada, também estão previstas ações como palestras, oficinas e práticas integrativas com o público participante.

Conforme a Sedes, lembra a data ainda continua sendo necessário, pois, os registros mais recentes de casos de abuso ou exploração sexual de crianças e adolescentes continuam crescendo no Distrito Federal.

Esse crescimento, segundo a pasta, pode ser percebido nos registros da Secretaria de Segurança Pública do DF, que mostram que, entre 2020 e 2021, foram registrados 836 estupros de vulneráveis na capital do país.

“Todos somos responsáveis. É uma luta diária e que envolve toda a sociedade. Precisamos estar mais atentos aos sinais de violência contra esse público. Mudança no comportamento, lesões aparentes e queda no rendimento escolar, além da dificuldade de socialização. Esses são alguns dos alertas sobre possíveis práticas abusivas”, explica a assistente social da Sedes, Kariny Alves.

O mês de maio é marcado pela conscientização sobre a prevenção do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes.

Vale ressaltar que existe uma diferença entre abuso e exploração sexual. Enquanto o abuso é quando a criança é utilizada por adulto, ou até adolescente, para praticar ato de natureza sexual, a exploração sexual é quando a criança é usada com o propósito de troca ou de obter lucro financeiro ou de outra natureza em turismo sexual, tráfico, pornografia, ou também em rede de prostituição.

Para denunciar casos de abuso ou exploração sexual ligue 125, o número funciona 24 horas por dia e também nos finais de semana. Além disso, também é possível denunciar via e-mail [email protected].

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo