- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
sábado, 2 julho, 2022 - 17:09 PM
- PUBLICIDADE -

Dólar cai e volta a se aproximar de R$ 4,60

Com a ajuda do mercado internacional e dos juros altos no Brasil, o dólar caiu e voltou a aproximar-se de R$ 4,60. A bolsa de valores teve um dia mais tenso e recuou pela quarta sessão consecutiva.

O dólar comercial encerrou esta quarta-feira (20) vendido a R$ 4,62, com queda de R$ 0,048 (-1,02%). A cotação chegou a subir durante a manhã, mas inverteu o movimento e passou a despencar após a abertura das negociações no mercado norte-americano.

A moeda norte-americana está no menor nível desde 4 de abril, quando tinha fechado a R$ 4,608. Com o desempenho de hoje, o dólar acumula queda de 2,96% em abril. Em 2022, a divisa recua 17,14%.

No mercado de ações, o dia foi marcado pelas perdas. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 114.344 pontos, com queda de 0,62%. O indicador foi pressionado por ações de empresas siderúrgicas e de mineradoras, que voltaram a cair por causa da desaceleração da economia chinesa provocada pelo endurecimento das medidas de lockdown no país asiático.

Em relação ao dólar, dois fatores contribuíram para o recuo após a alta de ontem. A demanda global pela moeda recuou hoje, com os investidores mais sujeitos a aplicar em países emergentes. O segundo fator foram os juros altos no Brasil. A taxa Selic (juros básicos da economia) está em 11,75% ao ano, no maior nível desde 2017.

Com a persistência da inflação alta, a expectativa é que o Banco Central brasileiro promova mais uma alta em junho, que originalmente não estava prevista. Taxas mais altas no Brasil ajudam a segurar a fuga de dólares em momentos de estresse no mercado financeiro.

* Com informações da Reuters

Fonte: Agência Brasil

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo