- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
segunda-feira, 4 julho, 2022 - 18:47 PM
- PUBLICIDADE -

Ibaneis destaca-se como governador que preza pela responsabilidade fiscal

Com mais de 1.500 obras espalhados por todo o DF, o governador, que lidera as pesquisas de intenção de voto, mantêm hábitos modestos, como usar o próprio carro para trabalhar e não morar em residência oficial

Por Cláudio Ulhoa

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), ganhou as páginas dos sites de notícias, no início deste final de semana, por ser um dos poucos líderes do Executivo que teve uma forma de governar, mesmo durante a pandemia de covid-19, com poucos gastos públicos. Na verdade, o governador está sendo condizente com suas promessas de campanha, quando ele garantiu que, se eleito, iria fazer um governo direcionado para o povo e não para a classe política.

Com isso, ele dispensou o uso do carro oficial, pois ele usa seu próprio carro para ir diariamente tanto ao Palácio do Buriti quanto nas agendas externas pelas regiões administrativas. Também não reivindicou o uso de residência oficial, manteve-se morando em sua casa no Lago Sul, e ainda não fez uso dos R$ 18.501 de salário de governador, quantia que ele doa para três entidades filantrópicas que atuam na capital.

O rigor fiscal não fica apenas no âmbito do governador, pelo que têm mostrado as ações, principalmente, as que são exercidas pela Secretaria de Economia, a pasta por administrar os cofres públicos, que possibilitou não só o financiamento de mais de 1.500 obras de infraestrutura por todo o DF, como também garantiu, depois de mais de cinco de espera, o pagamento da terceira parcela do reajuste dos servidores.

Conforme promessa de campanha, o governador não usa o carro e nem a residência oficial, ainda doa seu salário para entidades filantrópicas da capital federal

Essa postura do governo de Ibaneis, de gastar naquilo que é coletivo e de poupar naquilo que é individual, tem dado a ele o primeiro lugar, em larga vantagem, nas pesquisas de intenção de voto. Na mais recente, divulgada pela imprensa local e registrada no TSE, mostra o governador com 30% a frente do segundo colocado que figura com 10%.

Além disso, o governador, por meio do Banco de Brasília (BRB), com programas como o Supera-DF, Acredita-DF e Avança-DF, também através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), com o Cartão Prato Cheio, Cartão Material Escolar e Cartão Gás, que, administrados por sua esposa, a secretária Mayara Rocha, atendeu mais de 700 mil famílias que se encontram em vulnerabilidade social, situação que se agravou em razão da pandemia.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista membro da Associação Brasileira de Portais de Notícias – ABBP

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo