- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
segunda-feira, 26 fevereiro, 2024 - 01:43 AM
- PUBLICIDADE -

Investimento de R$33 Milhões | Modernização estratégica nos batalhões da PMDF no DF

Tecnologia BIM e sustentabilidade governo do Distrito Federal aprimora infraestrutura policial para atendimento de excelência

O Governo do Distrito Federal (GDF) está prestes a iniciar a tão aguardada reforma dos batalhões da Polícia Militar do DF (PMDF) nos setores do Guará, Brazlândia e Riacho Fundo. Com um investimento previsto de quase R$ 33 milhões, a iniciativa visa modernizar as unidades operacionais, aprimorando o atendimento à população e proporcionando condições de trabalho mais eficientes para os militares.

A reforma abrangerá o 4º Batalhão da PMDF no Guará, o 16º Batalhão em Brazlândia e o 28º Batalhão no Riacho Fundo. Os projetos arquitetônicos estão em fase final de conclusão, com a utilização da tecnologia de Modelagem da Informação da Construção (BIM), incorporada pela PMDF desde 2018.

O Major Rodrigo de Araújo Ribeiro, chefe da Seção de Planejamento e Controle da Diretoria de Infraestrutura, destaca que as obras visam modernizar o serviço policial, priorizando tanto o atendimento interno quanto o externo. Além disso, serão implementadas tecnologias sustentáveis, como energia fotovoltaica, reúso de água e iluminação em LED.

“Serão obras voltadas para a modernização do serviço policial, especialmente na parte de atendimento interno e externo”, afirma o Major Ribeiro.

As intervenções incluirão a ampliação do espaço dos equipamentos nos 4º e 28º batalhões, ambos edifícios antigos, enquanto o 16º batalhão passará por uma demolição para dar lugar a um novo e moderno espaço.

A tecnologia BIM desempenha um papel crucial, otimizando a quantificação do projeto arquitetônico e evitando conflitos durante a fase de planejamento. “Por meio da modelagem da informação, consigo evitar conflitos ainda na fase de projeto que, antes, só eram descobertos na etapa das obras, atrasando os serviços e resultando em aditivos”, explica o Major Ribeiro.

Com a conclusão da fase de planejamento e elaboração de estudos técnicos, o próximo passo será a abertura do processo licitatório. A empresa vencedora será responsável pela execução das obras, marcando mais um avanço significativo na modernização das forças de segurança do Distrito Federal.

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Que fazer parte do nosso grupo no Wpp?