- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
quinta-feira, 17 junho, 2021 - 23:52 PM
- PUBLICIDADE -

BRB fecha 2020 com R$ 1 bi em concessão de crédito imobiliário

O número é um recorde e coloca a instituição no topo deste segmento no DF; os juros no ramo imobiliário é o mais baixo do mercado, 6,25% a. a.

Por Cláudio Ulhoa

O crescimento no campo imobiliário no Distrito Federal foi impulsionado pelas baixas linhas de crédito imobiliário disponibilizadas pelo Banco de Brasília (BSB). O processo de redução dos juros para esse segmento começou a ser adotado na instituição em dezembro de 2019. Depois, com a chegada da pandemia, esses valores tiveram redução ainda maior, o que levou o banco a fechar o ano de 2020 com R$ 1,94 bilhão em financiamento concedidos.

O montante representa 38,6% do Market Share, que é o grau de participação de uma empresa no mercado em termos das vendas de um determinado produto. Ao todo, foram financiadas 5.593 imóveis, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

“Assumimos o topo do ranking graças a uma série de ajustes. Além da menor taxa do mercado, revisamos processos e aperfeiçoamos a jornada do cliente”, explica o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

De acordo com o BRB, as taxas de juros são aplicadas conforme o tipo dos imóveis. Para imóveis enquadrados no Sistema Financeiro de Habitação (SFH – imóveis residenciais de até R$ 1,5 milhão) e no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI – imóveis com valor superior a R$ 1,5 milhão), a taxa de juros éa partir de 6.25% ao ano.

Podem solicitar créditos imobiliários funcionários do Governo do Distrito Federal (GDF), funcionários públicos federais ou não. Para saber se você pode recorrer às linhas de créditos faça uma simulação no site do BRB.O prazo máximo do contrato é de até 420 meses, e o valor financiado pode chegar a 80% do total do imóvel.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: