- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
quinta-feira, 17 junho, 2021 - 23:13 PM
- PUBLICIDADE -

DF começa agendamento para vacinar contra a covid-19 pessoas a partir de 55 anos nesta sexta (11)

A decisão veio depois que a capital federal recebeu mais 120 mil doses de vacinas; governo acredita que 43 mil pessoas nessa faixa etária será imunizada

Por Cláudio Ulhoa

A partir desta sexta-feira (11/6) começará, no Distrito Federal, o agendamento – que poderá ser feito aqui – para pessoas com 55 anos ou mais poder se vacinar contra a covid-19. A decisão veio depois que o governo local recebeu um lote com 120 mil doses de vacina. Além de outras categorias, o governo acredita que haja na capital federal cerca de 60 mil pessoas dentro dessa faixa etária, porém apenas 43 mil deverão ser vacinados, já que o restante foi imunizado por pertencer alguma categoria ou por ter comorbidade.

A informação foi confirmada pelo secretário da Casa Civil do Governo do Distrito Federal (GDF), Gustavo Rocha, nesta quinta-feira (10/6), durante entrevista coletiva, no Palácio do Buriti. O secretário também informou que a junto com esse novo público também começará a vacinação de todos os professores da rede pública e privada.

Como os professores da rede infantil ainda não foram todos vacinados – cerca de 22% ainda não foram aos postos se imunizar – o governo decidiu que será estabelecido um prazo para a categoria se vacinar. “Chamar esses profissionais de educação para que no momento em que for efetivada a chegada dessas vacinas, será preciso que eles busquem efetivamente e imediatamente os pontos de vacinação”, alertou Rocha.

O secretário disse ainda que a Secretaria de Educação está preparando as listas com os nomes dos professores a serem vacinados. Essa lista será enviada para todas as escolas do DF.

Outro ponto destacado pelo secretário durante a coletiva foi com relação à o índice de transmissão do novo coronavírus, que hoje se encontra, segundo ele, em 1,00. Já o número de casos ativos é 8.177 e de pessoas recuperadas é de 396.377.

Em relação ao número de pessoas na lista de espera por leitos de UTI-covid, nesta tarde, havia 18 pacientes, que aguardam para saber se estão ou não contaminados pela doença. Há, segundo Rocha, no momento, 33 eleitos vagos para esses pacientes.

Ele também destacou que houve um aumento, mesmo que em termos número sejamos casos de um ou dois pacientes, no número de pessoas internadas com covid-19, na faixa etária de 0 a 14 anos, que representou um aumento de 16,7%. Por outro lado, as pessoas com 65 e 69 anos, público quase todo vacinado, houve queda de 78,3% em relação ao número de internados.

Governo quer vacinar todos os professores, para isso a Secretaria de Educação enviará para as escolas uma lista contendo os nomes dos profissionais a serem imunizados

“Isso mostra que a vacina é eficaz, é eficiente, traz resultado esperado e leva a uma diminuição de internação e a gente pode ver isso com o público que já foi vacinado”, lembrou o secretário.

Também houve queda, segundo Rocha, no número de óbitos, que caiu 19,3% nas últimas semanas. O mesmo ocorreu com o número de novos casos, que teve redução de 10,38%.

Sobre a continuidade da vacinação, o secretário afirmou que “a Secretaria de Saúde vem fazendo o remanejamento das doses para que possa dar um dinamismo na vacinação e possa ir reduzindo com mais velocidade, para também, encampar outras classes de profissionais ou finalizar as que já começaram”.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

Nos siga no Google Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: