- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
sexta-feira, 18 junho, 2021 - 00:19 AM
- PUBLICIDADE -

Ibaneis assina ordem de serviço para construção do Hospital Oncológico de Brasília

O centro de atendimento é um dos compromissos da atual gestão de ampliar o acesso da população à saúde pública; a unidade contará com consultórios multidisciplinares, alas para tratamento de quimioterapia, radioterapia, medicina nuclear e outros

Por Cláudio Ulhoa

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), assinou, nesta manhã (8/6), a ordem de serviço que autoriza a construção da unidade do Hospital Oncológico de Brasília (HOB). A obra, que está orçada em R$ 100 milhões, foi uma das promessas da atual gestão durante a campanha eleitoral. A obra será construída em um terreno de 40 mil metros quadrados, no Setor de Áreas Isoladas Norte (Sain), onde já funciona o Hospital da Criança, ao lado do Setor Noroeste.

As obras devem imediatamente gerar cerca de cinco mil empregos. Pelo prazo de três anos, a empresa vencedora tocará a obra que está sendo financiado por recursos do Ministério da Saúde, por meio da Caixa Econômica Federal.

Ao falar sobre a construção, Ibaneis destacou que quando sua gestão chegou ao governo, o projeto da obra estava parado por falta de projeto técnico. Ele explicou que foi preciso fazer a reformulação do projeto, entra na Justiça, para ganhar colocar o processo que permitia a execução da obra em andamento, para só, então, conseguir liberar a construção da unidade.

Governador Ibaneis assina ordem de serviço para início da obra de R$ 100 milhões, que vai gerar 5 mil empregos

“Esse hospital já nasce com uma história. Ele nasce com uma história que vem lá de trás, de quase dois anos e meio. Ela começou com uma briga nossa no início do nosso governo que se desenrolou na Justiça até chegar o ponto de hoje”, disse o governador.

Como a obra tem o prazo de três anos para ser concluída, Ibaneis destacou que ele pode não vê-la pronta em seu governo, já que o mandato encerra-se em 2022. “Mas fica a história de quem conseguiu articular todo o trabalho que possibilitou o início dessas obras. E isso nos dá muita satisfação, porque mostra que nós não paramos com a saúde do Distrito Federal”, afirmou.

A infraestrutura do HBO, pelo projeto, será constituída de consultórios multidisciplinares, alas para tratamento de quimioterapia, radioterapia, medicina nuclear, endoscopia e salas de cirurgia conjugadas, além de exames de imagem como mamografia, ultrassom e raio-X. Terá ainda 172 leitos disponíveis, sendo 20 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 152 de internação.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

Nos siga no Google Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: