- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
sexta-feira, 30 julho, 2021 - 08:22 AM
- PUBLICIDADE -

COLUNA DO ULHOA | Além de presidente da CLDF, Rafael Prudente também se projeta no Executivo

Por Cláudio Ulhoa

O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Rafael Prudente (MDB), nos quatro dias em que ficou à frente do Governo do Distrito Federal (GDF) mostrou que a prática de homem público não lhe é restrita apenas ao Legislativo. Comandando o GDF em razão das férias regulares do governador Ibaneis Rocha (MDB) e do vice-governador Paco Britto (Avante), Prudente executou ações importantes e ganhou destaque na mídia local.

Uma dessas ações importantes foi o anúncio da destinação de quase R$ 15 milhões às 33 administrações regionais do DF. O valor visa permitir que se façam obras, reparos e compras necessárias para a manutenção das cidades. O governador em exercício também visitou as obras do Trecho 2 do Sol Nascente/Pôr do Sol, para onde foi determinada o repasse de meio milhão – dos R$ 15 milhões que serão empregados nas administrações regionais, para serem investido na iluminação pública da região.

Não foi só isso. Prudente ainda participou da entrega de escrituras de casas do projeto Módulo Embrião e o anúncio da liberação de terrenos, pela Terracap, para a construção de 1,5 mil moradias nas quadras 100 e ímpares de Samambaia. Além de visitados as grandes obras em andamento no DF, como o Túnel de Taguatinga, que segundo o governo é “a maior obra viária do DF”.

Vacina

O governo acertou ao dizer que irá ampliar para 37 anos a faixa etária a ser vacinada contra a covid-19. Porém, o esforço do sozinho do Executivo local não é o bastante. A bancada do DF – três senadores e oito deputados federais – precisa também se manter ativa e interceder junto ao governo federal para que o percentual de vacinas para a capital federal seja proporcional ao número de sua população, considerando que mais de 120 mil pessoas de outros estados foram imunizadas no DF.

Lula

O ex-presidente Lula disse ao jornal chinês Guancha que não vê o PT como uma partido de corruptos e que os escândalos de corrupção que teriam ocorrido em seu governo não passariam de meros “interesses políticos”. Para Lula, apenas a direita seria corrupta e “radical há muito tempo”. Com este pensamento, mostra que o ex-presidente ainda não fez a autocrítica que se espera de um líder político, o de reconhecer os erros de governos que mudaram, para o bem ou para o mal, o destino de milhões de brasileiros.

Fundo eleitoral

A votação do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022, que tinha incluso os R$ 5,7 bilhões do fundo eleitoral, mostrou que os políticos estão famintos por verba para o pleito do ano que vem. No DF, a bancada de deputados, ser posicionou majoritariamente contra do montante que triplicou quase  de valor. Apenas Laerte Bessa (PL) votou favorável ao aumento. Celina Leão (PP) e Júlio César Ribeiro (Republicanos) não votaram. Bia Kicis (PSL), Erika Kokay (PT) Israel Batista (PV), Luis Miranda (DEM) e Paula Belmonte (Cidadania) votaram contra.

PSB-DF

Nos bastidores especula-se a saída da senadora Leila do Vôlei do Partido Socialista Brasileiro (PSB) para ingressar no Cidadania. A decisão ocorre pelo fato de que a senadora seria contra o apoio que o PSB deve dar ao PT, em 2022.

Eliana Pedrosa

A ex-deputada distrital Eliana Pedrosa está de mudança do Pros para o PDT. O deputado distrital e sobrinho de Eliana, Eduardo Pedrosa (PTC), também avalia trocar de partido. O parlamentar não vai para o PDT, e deve optar pelo Democratas ou Podemos. Eliana também descartou, em entrevista à imprensa local, a possibilidade de disputar o Buriti no próximo ano.

CLDF

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) vai retomar as atividades presenciais a partir de 1º de agosto. As sessões e os serviços da Casa foram realizados remotamente por 1 ano e 4 meses, desde março de 2020, em razão da pandemia de Covid-19.

Ibaneis

O governador Ibaneis Rocha (MDB) vai iniciar algo inédito no DF, que será a inauguração das novas unidades de pronto atendimento (UPAs) em agosto. A previsão é que a primeira a atender aos pacientes seja a UPA de Ceilândia, atualmente com 99% de sua estrutura pronta. Até novembro, serão concluídas ainda as UPAs do Paranoá, Riacho Fundo, de Brazlândia, do Gama, de Vicente Pires e Planaltina.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação Brasileira de Portais de Notícias – ABBP

Nos siga no Google Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: