- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
sábado, 24 julho, 2021 - 15:32 PM
- PUBLICIDADE -

Dia dos Namorados deve movimentar economia no DF, diz Sindivarejista

Data deve movimentar mais de R$ 100 milhões na economia local; lojistas preparam estratégias e promoções para atrair consumidores

Por Cláudio Ulhoa

Levantamento realizado pelo Sindicato do Comércio Varejista do DF (Sindivarejista) mostra que o próximo dia 12 de junho, quando se comemora o Dia dos Namorados, o comércio local deve movimentar mais de R$ 100 milhões. A estimativa é considerado positiva pelo sindicato, já que em 2020, nesta mesma data, as vendas ficaram abaixo do esperado.

Conforme os cálculos do Sindivarejista, o crescimento neste ano deve ser de 11%. Outra observação é que grande parte dessas vendas serão feitas, em razão da pandemia de covid-19, através do sistema de vendas on-line. As formas de comercialização dos estabelecimentos, em grande parte, já serão feitas por delivery, take out (retirada no restaurante) e consumo no local.

“Estima-se que os produtos mais procurados deverão ser roupas, calçados, acessórios, flores e chocolates. O valor médio do presente deve ficar em torno de R$ 160, contra R$ 95 em 2020. A data deverá injetar R$ 108 milhões nas lojas do varejo, de shoppings, nos bares e restaurantes, hotéis e motéis”, diz o vice-presidente do Sindivarejista, Sebastião Abritta.

De acordo com o Sindivarejista, faturamento deste ano deve ser 11% maior do que em 2020.

Essa alta nas vendas, no Dia dos Namorados, também foi percebida pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF), que estima uma crescimento médio de 16,28% nas vendas, em relação ao mesmo período do ano passado.

No levantamento, feito de 26 de abril a 3 de maio com 401 consumidores e 401 lojistas, 55,61% dos comerciantes esperam alta nos negócios ou, pelo menos, repetir o desempenho do ano passado.

“A expectativa é boa com as flexibilizações de horários, tanto que o comércio está investindo em publicidade. As pessoas podem ver que os shoppings estão fazendo mídia sobre isso, pois o comércio ficou fechado por um longo período e, depois, funcionou com horário reduzido. Estou otimista”, explica o presidente da Fecomércio, José Aparecido da Costa Freire.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

Nos siga no Google Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Criança com identidade é criança mais segura!

Sejus faz ação de conscientização sobre a importância da emissão de documentos dentro da Semana Nacional de Enfrentamento ao...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: