- PUBLICIDADE -
quarta-feira, 20 janeiro, 2021 - 22:15 PM
- PUBLICIDADE -

GDF reabre leitos de UTI no Hran

Foram reabertos 20 leitos, sendo 10 de Terapia Intensiva e 10 de clínica cirúrgica; vice-governador Paco Britto, disse que nos próximos dias serão entregues os leitos do Hospital Regional de Ceilândia

Por Cláudio Ulhoa

Após ficarem interditados desde março do ano passado, 10 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 10 leitos da clínica cirúrgica do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) voltaram a receber pacientes na manhã desta segunda-feira, 11. Com a presença do vice-governador, Paco Britto (Avante), e do secretário de Saúde do Distrito Federal, Osnei Okumoto, os leitos foram entregues à população e devem ser utilizados no tratamento de covid-19, caso seja necessário.

“A clínica cirúrgica fechada desde março, sem operação desde então. Serão contratados cerca de 150 médicos e cerca de 50 ficarão em cadastro reserva”, disse o vice-governador, Paco Britto. Ele afirmou que nos próximos dias leitos também serão reabertos no Hospital Regional de Ceilândia.

Inicialmente os leitos inaugurados hoje no Hran não vão ser destinados a pacientes com covid-19. Mas, segundo a Secretaria de Saúde do DF, caso seja preciso, eles poderão ser utilizados no tratamento desse tipo de paciente.

Segundo Okumoto, não há necessidade de reabertura para leitos disponíveis exclusivamente para covid-19 nas unidades de saúde da capital

Ao falar com a imprensa nesta manhã, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto disse que a situação do DF com relação à covid-19 está estabilizada, mas destacou que isso não faz com que a população descuide das normas de prevenção.

“Nós temos um índice de transmissão ainda abaixo de 1, dentro do levantamento que a gente tem feito, dentro dos exames, dos locais, dos laboratórios do DF, quer sejam privados, quer sejam públicos”, disse o titular da pasta.

Okumoto também falou sobre a infraestrutura da rede pública de saúde do DF para enfrentamento da covid-19 no caso de uma segunda onda. Segundo ele, o Hran é foi o hospital referência no tratamento de pacientes com covide-19 justamente por possuir uma infraestrutura adequada, que conta leitos de UTIs e com leitos de enfermaria que dão suporte para a entrada de pacientes vindos do pronto-socorro. “O HRAN é um grande hospital, central, de excelência e que tem capacidade de dar respostas muito rápidas aqui no DF”, disse o secretário.

Plano de Vacinação

Em outro momento, também nesta manhã, o secretário de Saúde aproveitou para falar sobre o Plano de Vacinação contra a covid-19 que será adotado no DF. De acordo com ele, a infraestrutura para receber as vacinas já está preparada e conta contará com apoio de 1,5 mil servidores treinados em vacinação e com 150 carros para fazer toda a logística da entrega das vacinas nas regiões administrativas.

“Temos 8 unidades de rede para armazenamento de vacinas aqui no DF, uma central e mais sete nas superintendências. Estamos muito bem preparados para fazer esse atendimento, que dará tudo certo, será tudo feito com muita tranquilidade”, explicou o secretário.

*Cláudio Ulhoa – Jornalista, membro da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno – ABBP

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Detran divulga nova regulamentação para a atividade de despachantes

Instrução, publicada no DODF desta quarta (20), restringe a atividade a pessoa jurídica com sede no DF e registro...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo