- PUBLICIDADE -
sexta-feira, 26 fevereiro, 2021 - 06:36 AM
- PUBLICIDADE -

TJD-SP volta atrás e Clayson pode perder final contra o São Paulo

Clayson foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que é assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva

Um dia após aceitar o pedido do Corinthians para adiar o julgamento de Clayson para depois da partida de volta da final do Campeonato Paulista contra o São Paulo, que será neste domingo, o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) voltou atrás de sua decisão e vai analisar o caso do atacante nesta quarta-feira, segundo a rádio Jovem Pan. A pena pode ser de uma a seis partidas.

Clayson foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que é assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva. O atacante foi flagrado em um vídeo divulgado pela TV Corinthians em que ele aparece xingando o árbitro do duelo contra o Santos, Raphael Claus, pela semifinal do Campeonato Paulista.

Ele aparece no túnel de acesso ao vestiário quando ofende o juiz: “Chupa, Claus, seu filho da p…”. Horas depois de ter sido postado, o clube cortou o trecho e subiu um novo vídeo sem o xingamento. Durante o jogo, o atacante puxava contra-ataque quando levou a pior em uma dividida. O jogador ficou caído, mas o árbitro mandou a partida seguir e só autorizou a entrada do atendimento quando a bola saiu pela lateral.

Vale lembrar que Raphael Claus será o árbitro do clássico deste domingo, na Arena Corinthians, em São Paulo. Antes, no entanto, ele viajará junto com o restante do elenco para Chapecó (SC), onde o Corinthians enfrentará a Chapecoense nesta quarta-feira, pela rodada de ida da quarta fase da Copa do Brasil. Notícias ao Minuto

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Jair Bolsonaro recebe orações de funcionários do aeroporto no estado do Acre

Presidente cumpre agenda no local para socorrer vítimas das enchentes e enviar mais vacinas da Covid-19 O presidente Jair Bolsonaro...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo