- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
domingo, 18 abril, 2021 - 21:50 PM
- PUBLICIDADE -

Segurança do paciente é tema de evento no Hospital Regional do Guará

Participantes conheceram inovações e impactos das tecnologias digitais na oferta de serviços de saúde

Com o tema “Paciente seguro, servidor seguro”, o Núcleo de Qualidade de Segurança do Paciente do Hospital Regional do Guará (HRGu) realizou, nesta quarta-feira (24), evento alusivo ao mês de Segurança do Paciente. O encontro teve dinâmicas para trabalhar as Seis Metas da Segurança do Paciente e palestrantes para informar sobre as ações de segurança do paciente no HRGu, a implantação do tema na Atenção Primária à Saúde da Região Centro-Sul, além de mostrar inovações e impactos das tecnologias digitais na oferta de serviços de saúde.

No mural de abertura, participaram os gestores da regional, que apresentaram uma dinâmica com conceitos importantes, implícitos na relação servidor-paciente, conhecidos como as seis dimensões de qualidade no atendimento ao paciente. A superintendente da Região de Saúde Centro-Sul, Moema Campos, elogiou a iniciativa e destacou que a preocupação com a segurança destina-se a evitar que um evento adverso ocorra em qualquer nível de assistência. Ela assegurou que, além do conhecimento técnico, é necessária a humanização e a empatia.

“Em algum momento, todos somos pacientes. É preciso entender o significado disso e a centralidade desse paciente, porque ele não é só um paciente, ele é o pai e o amor da vida de alguém. A segurança é também para o servidor que realiza os protocolos com segurança porque, se algo acontece, ele também é envolvido. É um tema que precisa ser trabalhado constantemente por ser necessário desenvolver a cultura da segurança”, afirmou Moema Campos.

PROTOCOLOS – Já o diretor do Hospital Regional do Guará, Jean Ponciano, mostrou a experiência da aviação para a segurança do paciente. A analogia ajudou os participantes a perceberem a importância de se manter os protocolos ativos, sempre realizando o check list dos procedimentos.

“O evento adverso na aviação é de um a cada três milhões de voos. A estatística do evento adverso, em unidade hospitalar, principalmente de um pronto-socorro, é de um para 100. Colocar em prática o que aprendemos e checar o que foi feito deve virar hábito. Só assim conseguiremos evitar falhas”, destacou.

Ao som de “Seis pacitos”, paródia criada para gravar as seis metas, os participantes receberam o personagem Supermetas, que entra em campo para a sensibilização sobre o que ocorre no dia a dia do hospital junto a servidores, pacientes e acompanhantes. Os servidores do núcleo percorrem a unidade acompanhados do Protocolo Móvel, tirando dúvidas e realizando treinamentos.

CONQUISTAS – A chefe do Núcleo de Segurança do Paciente, Ana Carolina Cardoso, destacou as conquistas de um ano de trabalho. Com as ações, as primeiras metas, de identificação correta do paciente e melhora da comunicação entre o profissional de saúde, estão com índices satisfatórios.

Na identificação de leitos, por exemplo, o índice está com 88% de alcance da meta, que é de 95%. A Região de Saúde Centro-Sul é a única no DF que possui o trabalho nesse nível de atenção.

“Há um ano, tivemos os protocolos aprovados pela Secretaria de Saúde e, nesse caminho, conseguimos efetivar 21 treinamentos. Com isso, alcançamos servidores parceiros para multiplicar o conhecimento e ajudar no monitoramento das metas. São profissionais que trabalham a corresponsabilização no alcance desses índices. Sempre reforço que o núcleo não consegue fazer nada sozinho. É preciso engajamento e envolvimento dos atores”, enfatizou Ana Carolina.

Abril foi escolhido pelo Ministério da Saúde por ter sido o mês de lançamento do Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP). Assim, os serviços de saúde desenvolvem, localmente, ações para reforçar a importância das práticas de segurança do paciente, contribuindo para minimizar riscos e danos. As ações refletem na melhoria da qualidade do cuidado prestado nos serviços de saúde do país.

Érika Bragança, da Agência Saúde

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

Sírio-Libanês e DF Star passam a atender o plano GDF Saúde

Beneficiários têm à disposição rede credenciada com sete hospitais gerais, 12 hospitais especializados, quatro laboratórios e quase duas mil...
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

%d blogueiros gostam disto: