- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
segunda-feira, 22 julho, 2024 - 05:21 AM
- PUBLICIDADE -

VEJA NO VÍDEO: Empresário chama governador de mentiroso e comete suicídio

O empresário Sadi Gitz, da indústria cerâmica Escurial, se suicidou nesta quinta-feira 4, durante o Simpósio de Oportunidades – Novo Cenário da Cadeia do Gás Natural em Sergipe. O evento contava com a presença do governador Belivaldo Chagas e do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Na segunda fila da plateia, logo após o pronunciamento do governador, ele atirou contra si. Para colegas, o ato foi uma forma de protesto.

Gitz atuou na Superintendência de Transporte e Trânsito (SMTT), na Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) e também foi presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese). Em 1993, fundou uma fábrica de pisos, a Escurial, em Nossa Senhora do Socorro, na região da grande Aracaju.

O empresário sergipano fez uma justificativa por escrito da causa da falência da sua empresa, a cerâmica ESCURIAL. Ele acusou a SERGAS, empresa de gás do Governo de Sergipe, de praticar preços abusivos, o que foi a causa da sua falência.

O governador Belivaldo Chagas (Coligação PSD-PT) prometeu na campanha eleitoral diminuir drasticamente o preço do gás natural encanado, mas não cumpriu sua palavra, o que levou o empresário a gritar: “-Governador o senhor é um mentiroso!” antes de dar um tiro NA BOCA. O empresário votou em BELIVALDO, ou seja, na coligação PSD-PT.

Fonte: RadarDF

Nos siga no Google Notícias
Avatar
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Que fazer parte do nosso grupo no Wpp?