- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
segunda-feira, 26 fevereiro, 2024 - 01:58 AM
- PUBLICIDADE -

Brasil tem produção selecionada para o ‘Bridging The Dragon’

O longa-metragem “Monlo”, de José Almeida, projeto desenvolvido pela Animuz (de São Paulo/SP) & Druzina Content (de Porto Alegre/RS), é a única produção fora do continente europeu e asiático selecionada para participar do 9º Bridging The Dragon Lab, um workshop online com foco, principalmente, em coproduções entre Europa e China. Ao participar do laboratório, além de apresentar o novo projeto de animação, a Druzina terá a oportunidade de conhecer as últimas tendências do mercado chinês e asiático de cinema e televisão e, também, de estabelecer conexões importantes para seus próximos projetos.

Atualmente, o mercado asiático é o maior em números, tanto quali quanto quantitativamente, mas, também é um mercado reservado para produções externas. Por isso, a seleção de uma produção brasileira, bastante distante desse eixo audiovisual, é muito significativa e representa uma oportunidade única para entrar neste mercado. 

“Abrir uma ponte de cultura e entretenimento entre ocidente e oriente, além de ser uma honra é algo urgente, pois o Brasil está no momento certo para voar alto na produção e, principalmente, na coprodução de animações. Nossos profissionais são conhecidos por serem alguns dos melhores tecnicamente e criativamente sem falar da nossa habilidade nata de falar sobre várias culturas e assuntos com naturalidade dada a enorme diversidade de nosso país. Poder falar sobre aventura e situar essa jornada na Ásia é muito legal, e saber que eles se interessaram por essa ideia de ter um grupo brasileiro produzindo isso, é mais incrível ainda”, diz José de Almeida, diretor da animação e da Animuz.  

“Monlo” conta a história do personagem homônimo, filho de um grande guerreiro que vive em uma tribo nômade na Mongólia. Porém, tudo muda quando a tribo é massacrada em uma emboscada pelo bando do Vilão Ying Sin. Após cair e perder a memória, o jovem é resgatado por uma xamã excêntrica até que, ao lembrar e descobrir a verdade sobre seu passado, decide se tornar o maior de todos os guerreiros. Para isso, Monlo, sua cabra de estimação Gonlo e sua amiga Ohkin, embarcam em uma jornada repleta de emoções pela Ásia Central e China para lutarem no “Grande Torneio”, onde enfrentarão Ying Sin. 

“Monlo reúne todos os elementos de uma boa história: uma narrativa jovem, cômica e animada, literalmente, permeada por uma jornada heróica de protagonistas meio ‘azarões’ que passam por momentos de aventuras, de lutas, desafios e superações, tendo o cenário asiático como pano de fundo. Mostrar pro ocidente uma estética que ainda é muito exótica tem muito apelo, e para o oriente algo que lhes já é conhecido, mas com uma abordagem diferente também traz muita curiosidade, o que torna essa animação tão especial a ponto de ter sido a única escolhida fora da região de abrangência do laboratório. Vamos em busca de parcerias, financiamentos e coproduções internacionais para que esse projeto ganhe o mundo”, diz Luciana Druzina, CEO da Druzina Content.

Sobre a Druzina Content
A premiada empresa Druzina Content possui mais de 15 anos de experiência no mercado de inovação audiovisual e produção de conteúdo e atua principalmente nos segmentos de cinema, televisão e games. Sua  fundadora e CEO é Luciana Druzina, profissional que atua no mercado há mais de 20 anos, membro da International Academy of Television Arts & Sciences e da comissão julgadora do International Emmy® Awards. Suas obras já participaram de diversos festivais e mercados, recebendo inúmeros prêmios. Atualmente, a Druzina está presente em mais de 60 países, nas mais diversas plataformas, salas de exibições e canais, incluindo Prime Video, Nickelodeon, Youku, Canal Futura, Telecine, Netflix, Tv Brasil, Tv Cultura, ZooMoo Kids, GloboPlay, Box Kids, Canal Brasil, entre outros. Em reconhecimento à sua atuação no mercado externo, a Druzina Content conquistou o Prêmio Exportação ADVB por quatro anos consecutivos (2020 – 2023), uma conquista inédita para o setor de economia criativa e para a indústria audiovisual brasileira.

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Que fazer parte do nosso grupo no Wpp?