- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
segunda-feira, 4 março, 2024 - 02:27 AM
- PUBLICIDADE -

Estudo Mercado Contábil aponta dados do setor

De acordo com os dados levantados na pesquisa Mercado Contábil, realizado pela startup contábil HubCount em conjunto com a Linx, especialista em tecnologia, em publicação feita pela Money Report, 41,97% dos escritórios contábeis atendem em nível estadual, indicando uma abrangência que ultrapassa as fronteiras municipais.

A publicação informa que 19,87% estendem seus serviços para o âmbito nacional, e surpreendentes 1,75% afirmam atender também clientes no exterior. Esses números refletem a capacidade das ferramentas tecnológicas em superar barreiras geográficas, permitindo que os contadores expandam seu alcance para diferentes regiões, estados e até mesmo países.

Os resultados desta pesquisa recente revelam que a transformação digital está desempenhando um papel crucial no crescimento e na expansão geográfica do setor contábil no Brasil. O estudo em questão, conduzido por uma parceria entre a startup HubCount e a Linx, destaca que 63,59% dos escritórios contábeis entrevistados não se limitam a atender apenas seu município de origem, como dito anteriormente.

Márcio Shimomoto, presidente do Escritório de Contabilidade King, afirma que a transformação digital possibilita que, com o uso das novas ferramentas tecnológicas, o contador possa ter as informações fiscais necessárias para atender os seus clientes mesmo com a complexa legislação tributária de cada estado e município, quebrando assim as fronteiras nacionais, e também com a adoção do Brasil ao IFRS, que são as normas internacionais contábeis, abre-se a possibilidade de atender cada vez mais clientes internacionais.

Ainda de acordo com os dados do relatório apontado no início desta matéria, na publicação realizada pela Money Report cerca de 55,4% das empresas participantes da pesquisa possuem mais de dez anos de atuação no mercado. Além disso, outro ponto observado, segundo a publicação, é o número de empresas novas: 10,7% têm menos de um ano de existência, enquanto 11,5% dos escritórios atuam de um a três anos, sugerindo uma renovação do mercado.

Sobre um resumo geral do conteúdo desta matéria, Márcio fez uma afirmação. “Com a crescente utilização de ferramentas tecnológicas pelas empresas contábeis, aliadas à proximidade da reforma tributária, que deverá simplificar a complexa configuração tributária hoje vigente em nosso país, é uma questão de sobrevivência que a contabilidade volte às suas origens, e o contador, além de gerar os números, também a utilizem para auxiliar os seus clientes na gestão de seus negócios, sendo definitivamente o parceiro estratégico de seus clientes”.

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Que fazer parte do nosso grupo no Wpp?