- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
segunda-feira, 4 março, 2024 - 01:25 AM
- PUBLICIDADE -

Grupo BBF desenvolve processo de compostagem em escala no Pará

O Grupo BBF (Brasil BioFuels), empresa 100% brasileira, atua no agronegócio sustentável desde o cultivo da palma, biotecnologia, produção de biocombustíveis e geração de energia renovável para localidades isoladas da Amazônia. Comprometida com sua agenda ESG (Environmental, Social and Governance), a companhia recém expandiu seu processo de aproveitamento econômico de subprodutos industriais em escala, transformando os resíduos naturais oriundos do processo de extração do óleo de palma em composto orgânico para utilização em suas áreas agrícolas.

O processo de compostagem teve início em fase piloto no Polo Moju e, neste mês, inicia a implantação em escala no Polo Acará, permitindo redução nos volumes de efluentes destinados diretamente no campo – processo de fertirrigação – bem como a melhor destinação dos resíduos orgânicos em áreas de cultivo de palma da empresa. A compostagem é uma técnica muito utilizada em diversos sistemas agroindustriais, maximizando a pegada de carbono com a redução do uso de fertilizantes petroquímicos (nitrogenados) e demais nutrientes que são extraídos com alto consumo energético fóssil. O objetivo do Grupo BBF é fortalecer o conceito de carbono neutro em suas operações nos próximos anos.

A área instalada para o processo de compostagem no Polo do Acará é de 25.930 m2 com capacidade de processamento de até 90 mil toneladas de composto orgânico anualmente, suficientes para adubação de até 3.000 hectares de palma e substituição de mais de 1.800 toneladas de adubos de origem fóssil por orgânicos.

Segundo Fabio Pacheco, diretor do Grupo BBF, a nova operação de compostagem utiliza os “cachos de frutos vazios” e a água proveniente do processo industrial, trazendo ainda mais ganhos ambientais e operacionais, além de proporcionar redução nos custos agrícolas da companhia . “A compostagem é o processo de aproveitamento dos nutrientes oriundos da atividade industrial, através da produção de composto orgânico, que é utilizado em substituição aos nutrientes minerais amplamente utilizados na agricultura”. O executivo reforça que o processo está expandindo para o Polo Acará devido ao estágio avançado na operação realizada inicialmente no Polo Moju. A utilização do composto orgânico contribui para substituição de adubos de origem fóssil, reduzindo a emissão de gases de efeito estufa na agricultura.

O Grupo BBF se destaca como produtor de óleo de palma na América Latina, com 75 mil hectares cultivados e capacidade de produzir mais de 200 mil toneladas de óleo anualmente. Somente no Estado do Pará, a companhia possui mais de 60 mil hectares e incentiva mais de 450 agricultores familiares com o cultivo sustentável da palma. Por meio do Programa de Agricultura Familiar, o Grupo BBF oferece treinamento contínuo, assistências técnicas, fornecimento de mudas, permuta de fertilizantes e estímulos a financiamentos bancários.

A companhia possui ainda 4 polos produtivos no Pará e gera mais de 5 mil empregos diretos e 15 mil indiretos, se destacando como uma das maiores empregadoras do estado. Com investimento contínuo em benfeitorias às comunidades no entorno de suas operações, o Grupo BBF comprova que é possível aliar preservação ambiental, desenvolvimento socioeconômico e geração de renda para comunidades que residem em localidades isoladas na Amazônia.

Sobre o Grupo BBF

O Grupo BBF (Brasil BioFuels), desenvolve soluções sustentáveis para a geração de energia renovável nos sistemas isolados, com usinas termelétricas movidas a biocombustíveis produzidos na região. Sua atividade agrícola recupera áreas que foram degradadas até 2007 na Amazônia, seguindo o Zoneamento Agroecológico da Palma de Óleo (ZAE), aprovado pelo Decreto 7.172 do Governo Federal, de 7 de maio de 2010.

O Grupo BBF criou um modelo de negócio integrado em que atua do início ao fim da cadeia de valor – desde o cultivo sustentável da palma de óleo, extração do óleo bruto, produção de bicombustíveis, biotecnologia e geração de energia renovável – com ativos totalizando cerca de R$ 2,2 bilhões e atividades gerando mais de 6 mil empregos diretos na região Norte do Brasil. As operações do Grupo BBF estão situadas nos estados do Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima e Pará, compreendendo 38 usinas termelétricas (25 em operação e 13 em implementação), 3 unidades de esmagamento de palma de óleo, uma extrusora de soja e uma indústria de biodiesel.

A empresa está expandindo sua oferta de biocombustíveis e firmou parcerias para produção de Combustível Sustentável de Aviação (SAF) e de Diesel Verde. Os novos combustíveis sustentáveis serão produzidos a partir de 2026 na primeira Biorrefinaria do país, em fase de construção na Zona Franca de Manaus.

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Que fazer parte do nosso grupo no Wpp?