- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
segunda-feira, 4 março, 2024 - 02:16 AM
- PUBLICIDADE -

Estudo aponta uso industrial de tecnologia digital avançada

Estudo publicado no site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), chamado Pesquisa de Inovação Semestral 2022, revelou que 84,9% das 9.586 empresas industriais com 100 ou mais funcionários incorporaram pelo menos uma tecnologia digital avançada em suas operações. Os dados provêm do módulo temático de Tecnologias Digitais Avançadas, Teletrabalho e Cibersegurança, parte da pesquisa PINTEC Semestral 2022 e podem ser observados nos links informados.

Segundo a publicação, a tecnologia mais adotada foi a computação em nuvem, registrando uma taxa de 73,6%. Além disso, o relatório aponta dados sobre outras tecnologias investigadas, incluindo a internet das coisas (48,6%), robótica (27,7%), análise de big data (23,4%), manufatura aditiva (19,2%) e inteligência artificial (16,9%).

O estudo ainda apresenta dados por setores, sendo possível analisar que as atividades de fabricação de máquinas e equipamentos lideraram, com 94,5% delas utilizando tecnologias digitais avançadas. Além disso, o estudo mostra que outros setores proeminentes, também usaram alguma tecnologia digital avançada em algum momento dos seus processos.

José Antônio Valente, diretor da empresa de locação de equipamentos para construção civil  Trans Obra, afirma que a constatação de que a maioria das empresas industriais está adotando tecnologias digitais avançadas não apenas valida a necessidade de modernização, mas também destaca a adaptabilidade do setor. “Reconhecemos a importância de abraçar essas inovações para impulsionar a eficiência operacional e oferecer serviços de locação de equipamentos cada vez mais alinhados com as demandas do mercado. A evolução tecnológica não é apenas uma escolha, mas uma imperativa para permanecer relevante e competitiva na indústria atual”.

Os dados publicados também incluíram números nas Indústrias extrativas (92,2%), Fabricação de produtos diversos (92,0%), Fabricação de produtos de metal (91,9%) e Fabricação de bebidas (91,6%). O estudo também revelou setores da indústria que menos usaram algum tipo de tecnologia digital avançada em seus processos. Observa-se no relatório que setores como Fabricação de outros equipamentos de transporte (68,2%), Confecção de artigos do vestuário e acessórios (71,6%) e Fabricação de produtos de madeira (72,2%) apresentaram menor adoção dessas tecnologias.

Ainda sobre o relatório publicado, das 8.134 empresas industriais que incorporaram pelo menos uma tecnologia digital avançada, a maioria (31,5%) optou por usar duas tecnologias, enquanto 27,7% utilizaram apenas uma. Surpreendentemente, apenas 3,7% das empresas empregaram todas as tecnologias digitais avançadas investigadas, indicando uma diversidade nas escolhas de implementação entre os setores industriais.

Nos siga no Google Notícias
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Que fazer parte do nosso grupo no Wpp?